Weby shortcut
Palestrante Fábio

O professor Fábio Marques fala sobre a história do FGSL e sobre Software Livre para os participantes do XIII FGSL

O professor Fábio Marques fala sobre a história do FGSL e sobre Software Livre para os participantes do XIII FGSL

Um breve histórico sobre o Fórum Goiano de Software Livre

O Fórum Goiano de Software Livre (FGSL)  nasceu em 2003 pela Comunidade de Software Livre do Estado de Goiás, através do Projeto Software Livre Goiás (PSL-GO), movimento aberto a todos, que buscava através da força cooperativa, disseminar na esfera estadual os ideais de liberdade difundidos pela Fundação Software Livre (Free Software Foundation).

Em 2006, criamos a Associação Software Livre de Goiás (ASLGO) para viabilizar os projetos e eventos de Software Livre com um caráter jurídico, podendo emitir notas fiscais e representação junto ao poder público em defesa do uso de ferramentas livres em nosso estado.

Em 2012, sediamos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), Câmpus Goiânia a 9ª edição do FGSL com a presença do Richard Matthew Stallman, fundador do movimento software livre, do projeto GNU, e da FSF. Autor da GNU General Public License (GNU GPL ou GPL),  a licença livre mais usada no mundo, que consolidou o conceito de copyleft.
 
O que é Software Livre?

"Software livre" se refere à liberdade dos usuários executarem, copiarem, distribuírem, estudarem, modificarem e aperfeiçoarem o software. Mais precisamente, ele se refere a quatro liberdades, para os usuários do software:

• A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito (liberdade no. 0);
• A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade no. 1). Aceso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade;
• A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade no. 2);
• A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie (liberdade no. 3). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.

O papel do Software Livre na sociedade é muito importante, pois a utilização de programas desta natureza, como o sistema operacional GNU/Linux reduz custos com aquisição de programas, licenciamento e aluguel dos mesmos, Isso nos leva a pensar: o valor que seria aplicado no licenciamento de programas é reinvestido em outras áreas, como por exemplo, em Educação, Pesquisa e Inovação tecnológica.

O Movimento Software Livre (MSL) nos permite vislumbrar que existe outra conexão mais profunda entre liberdade e tecnologia, com raízes muito antigas.  Segundo Moglen, um dos membros do MSL (Moglen, 2004, p.2):

“O movimento do software livre é um aspecto da grande luta da [humanidade] pela liberdade de expressão das ideias... essa luta tem andado de mãos dadas com a luta por justiça econômica e pela igualdade entre as pessoas... pois a perpetuação da ignorância é o começo da escravidão.”


Prof. Fábio Marques

Palestrante Fábio Um dos coordenadores e palestrante do XIII FGSL. Professor do Departamento de Engenharia de Telecomunicações e Eletrônica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), onde trabalha desde 1997. Mestre em Engenharia Elétrica e Computação , na área de Telecomunicações pela Universidade Federal de Goiás, em Goiânia-GO (2009 ). Graduado em Telecomunicações pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás (CEFET/GO), em Goiânia-GO (2003). Técnico em Telecomunicações pela Escola Técnica Federal de Goiás (ETFG), em Goiânia-GO (1996). Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Sistemas de Telecomunicações, atuando principalmente nos seguintes temas: Communications Theory, Image and Video Processing, Routing and Traffic Engineering, Power Line Communications (PLC), Open-Source Software (OSS), Open-Source Robotics (OSR) and Free and Open-Source Hardware (FOSH). Membro IEEE e Membro da Sociedade Brasileira de Telecomunicações-SBrT. Militante do Software e Hardware Livre (Robótica Livre), Membro fundador da Associação Software Livre de Goiás (ASL-GO) em 2006, Grupo de Usuários GNU/Linux de Uruaçu (GULU) em 2009 e do Grupo de Robótica Livre Educacional (GynBot) em 2014.

Listar Todas Voltar